terça-feira, 23 de junho de 2009

O Verão e Eugénio de Andrade


Como é que nunca coloquei aqui um poema de Eugénio de Andrade, um dos meus poetas favoritos? Como uma homenagem ao Verão recém-chegado, aqui fica um poema desse grande poeta, publicado no livro Branco no Branco, editado pela Limiar em 1984.

O terraço da casa era o prodígio,
nele passava o vento.
Eu começara a descobrir o corpo e tinha
a luz por confidente.

O tempo pousava devagar nos muros altos,
era verão, na minha insónia
ao mar oferecia os meus cavalos:
ao tocarem a água gritava de pavor,

ou talvez de amor, já não sei bem.
Viver então
era crescer com uma flor entre os dentes,
aprender a respirar com o perigo

de a pele estalar num clarão a cada passo.

10 comentários:

  1. Belíssimo poema de Eugénio de Andrade e, sem dúvida, uma excelente escolha para dar as boas-vindas ao Verão!

    Beijo.

    ResponderEliminar
  2. Teresa,

    Obrigada pela sua resposta.
    Não há dúvida que este mundo virtual nos reserva imensas surpresas e abre-nos "portas" sem sair de casa (apesar de eu continuar a dar extrema importância ao contacto "real" quer com as pessoas quer com os lugares!!!).
    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. Teresa, fiquei tão contente ao encontrar o teu blog, ver a tua foto, ler as tuas palavras...!
    Chegaram novamente, as matrículas e neste momento eu recordo-te com saudade.
    Beijinhos.
    Luísa

    ResponderEliminar
  4. A poesia de Eugénio de Andrade é de uma beleza e magia singulares.
    Sinto o pulsar do ser SER em tudo o que escreveu,porque o SENTIU antes de o
    converter em textos.
    Também gosto muito deste poeta.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Natália
    Também adoro Eugénio de Andrade. Lembras-te que uma vez fizemos uma sessão de leitura sobre ele, na BE?
    Que saudades desses tempos!
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Luisa
    De Ponte de Sor?
    Por favor, escreve mais. Quando nos reencontramos, é um pecado perdermos outra vez o contacto. É a vantagem da internet!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Teresa, fui ter ao teu blog por acaso.
    O tempo passou mas continuo a ouvir a tua voz e a ver-te no Bloco E, a trabalharmos juntas. Outros tempos, outra colega...!
    Bj
    Luísa

    ResponderEliminar
  8. Luisa
    Que bom reencontrarmo-nos aqui. Vai ao meu e-mail e manda um contacto.
    E continua a aparecer e a comentar. Sê bem vinda a este meu espaço.
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Luísa
    Que bom reecontrar pessoas que não encontro aqui nesta santa terrinha... e agora até moramos perto. Parece impossível. Um grande beijinho
    Rosa Amélia

    ResponderEliminar
  10. Rosa Amélia, tens um blog tão interessante, tão agradável, com fotos tão bonitas... e só agora o encontrei!Fiquei tão feliz por voltar a comunicar com a Teresa e contigo.
    Beijinhos
    Luísa

    ResponderEliminar