sábado, 29 de maio de 2010

Leis obsoletas

Muitas vezes queixamo-nos de que esta ou aquela lei é desajustada, ou antiquada, ou simplesmente idiota. E, muitas vezes, temos razão. O que dizer então destas leis que a seguir se apresentam? 

Em Novembro de 2007, o canal televisivo inglês UKTV Gold divulgou os resultados de um inquérito feito a partir de uma pesquisa sobre leis antigas que, apesar de obsoletas, nunca foram revogadas. Os promotores da iniciativa criaram uma lista e pediram aos espectadores que votassem nas que consideravam mais absurdas. Eis aqui algumas das mais votadas:

- Em Inglaterra é ilegal morrer no edifício do Parlamento.
- Em França, é ilegal atribuir a um porco o nome de Napoleão.
- No Vermont, EUA, as mulheres têm de obter por escrito o consentimento dos maridos para poderem usar dentadura.
- Na Indonésia, a masturbação é punida com a morte por decapitação.
- No Bahrein, os médicos do sexo masculino só podem examinar os órgãos genitais de uma mulher através do reflexo de um espelho.
- Na Suíça, os homens não podem urinar de pé depois das dez da noite.
- No Reino Unido, é ilegal entrar nos edifícios dos parlamentos com uma armadura vestida.
- Em York, é permitido matar escoceses, desde que estes se encontrem dentro dos limites das antigas muralhas da cidade e estejam armados com arco e flecha.
- No Reino Unido, uma mulher grávida pode fazer as suas necessidades fisiológicas onde bem entender, nem que seja no capacete de um agente da polícia.

(Será que é escocês? Poderemos matar à vontade?)

33 comentários:

  1. SÃO LEIS OBSOLETAS,ABURDAS,DESCABIDAS DE QUALQUER SENSO...PARECE QUE FORAM FEITAS POR GENTE ANORMAL...É QUE NÃO É SÓ O FACTO DA ANTIGUIDADE...QUE HORROR...

    BEIJINHO E BOM DOMINGO

    ResponderEliminar
  2. Que belo apanhado de leis que, pelo menos,nos fazem RIR...beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  3. Pedras Nuas
    Na altura em que foram feitas, estas leis deviam ter uma lógica, embora hoje nos custe a entendê-la.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Chica
    Também achei muito cómicas :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Uma recolha fantástica. Só falta cuspir no chão...

    ResponderEliminar
  6. Não paro de me rir... mas essa de em Vermont as mulheres terem de obter por escrito o consentimento dos maridos para poderem usar dentadura... é o MÁXIMO!!!

    Volto com mais tempo a partir de 1 de Junho, até lá só tenho stress!!!

    Um domingo muito feliz, Teresa!

    ResponderEliminar
  7. Bom, algumas apesar de comicas, tem sentido. Como a das grávidas, já que em gestação o feto comprime a bexiga da mulher...

    Pior são leis que são atuais e são verticalizadas, feitas de cima para baixo, e sem pensar-se na pratica cotidiana... como as leis brasilieras...

    E essas, infelizmnete, não dá pra dar risada...

    =**

    Shisuii

    ResponderEliminar
  8. Jorge
    Isso de cuspir no chão, devia continuar a ser punido!
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Ematejoca
    Há algumas muito engraçadas. Eu, pessoalmente, gosto daquela de matar os escoceses que entrem na cidade de arco e flecha. Será que ainda por lá aparecem muitos?
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Shisuii
    Destas leis podemos rir à vontade, estão obsoletas. Das actuais, infelizmeente, não.
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Leis "divertidíssimas" para que conste que as "leis" não precisam de ser sempre "sisudas".
    Disparate pegado! Nós também devemos ter alguns mimos escondidos na passagem do tempo..
    Abracinho

    ResponderEliminar
  12. Como não está aí nenhuma lei correspondente ao reportório português, é nestes pequenos e raros momentos, que sinto orgulho em ser Português. Ou, será que por cá quase tudo é um absurdo...
    Teresa, deixe-me viver este momentinho, e, não vá fazer uma pesquisa sobre o anedotário nacional nessa matéria.
    Um Abraço.

    ResponderEliminar
  13. Olá

    Quando me "recrutaram" à força para os defender a eles,dizendo-me outras coisas como pátria,etc.,deram-me o RDM (regulamento de Disciplina Militar) para ler.Nunca soube se tudo aquilo era a sério ou a brincar.
    Lembro um artº.,revogado há bem pouco tempo,quanto a mim mal,ainda hoje poderia aplicar-se em muitos casos,civis também:
    "O sargento da companhia terá de saber ler e escrever porque o capitão pode ser nobre e não saber",(cito de memória).
    As leis sempre foram feitas pela classe dominante e,exclusivamente,para a servir.
    Cordial abraço,
    mário

    ResponderEliminar
  14. "No Reino Unido, uma mulher grávida pode fazer as suas necessidades fisiológicas onde bem entender, nem que seja no capacete de um agente da polícia."

    Que pena não ser em Portugal eu estar grávida que bem sei onde ia fazer as necessidades ;)

    Hilariante!!!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  15. Olá, Teresa
    Interessante, sem dúvida. Mas aposto que se debruçasses um pouco sobre as leias da educação em Portugal, encontravas muuiitas mais para enriquecer o teu post!!
    :))))
    Bj

    ResponderEliminar
  16. No geral "aprecio" todas, mas esta fez-me sorrir só de imaginar o pessoal a entrar no parlamento de armadura...
    "No Reino Unido, é ilegal entrar nos edifícios dos parlamentos com uma armadura vestida."

    ResponderEliminar
  17. Maria Teresa
    Acho que devemos ter umas boas, mas como esta recolha foi feita por uma televisão britânica, passámos despercebidos :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Samnio
    Prometo que não faço uma pesquisa sobre o anedotário nacional. Quero preservar o seu orgulho nacional :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Mário
    Essa do sargento também é de mestre. E o que mais iriamos descobrir, se nos pusessemos a pesquisar.
    Bjs

    ResponderEliminar

  20. Nem quero imaginar onde ia fazer as suas necessidades fisiológicas :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  21. Ana
    Juro-te que a última coisa que me apetece é ler leis da educação em Portugal. Já tenho a minha overdose, obrigada :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  22. Há.dias.assim
    Imagina! Será que ainda há muitos a aparecer por lá de armadura? :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  23. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  24. Obrigado pelo corte, mas já agora poderia ter feito a limpeza completa e tirava também a minha cara de lá.
    É que alguém 'imaginativo' poderá entender que em relação ao grotesco de algumas leis evocadas no post, tivesse eu sido linguisticamente grosseiro, ou mesmo altamente incorrecto quando, nem toquei na 'matéria de facto'!
    Já agora, se não se importar, corte isto tudo outra vez!
    Obrigado.
    César

    ResponderEliminar
  25. Que belo apanhado, Teresa. Nós por cá também temos uns belos exemplares a precisar de reforma, de tão obsoletos que são. Talvez por isso, o governo tenha pensado em criar uma comissão ( mais uma...) para analisar as leis que precisam de ser deitadas fora, Espero que com a crise a comissão não chegue a ser constituída, mas nunca fiando...

    ResponderEliminar
  26. César
    Publiquei este comentário para ter ocasião de me justificar. O que aconteceu foi que, ao contrário do que é costume, não entrei no messenger. Fui ao blogue e mandei publicar os comentários, só depois li. Quero aqui atestar que não foi grosseiro, nem incorrecto, simplesmente tratava-se de um desabafo que não se relacionava com o post. Pronto, está explicado. Agora, podia tirar de lá a sua cara, mas não sei fazer isso! Não fique zangado comigo, sou um bocado atrapalhada nestas coisas :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  27. Carlos
    Não sabia dessa história da Comissão mas, sabe, acho isso das comissões um bocado... obsoleto!
    Bjs

    ResponderEliminar
  28. Hilariante! Há muitas leis "fora do tempo e do lugar"...

    Beijos

    ResponderEliminar
  29. Quando for à Suiça tenho que ter cuidado...
    E isso aplica-se à Guarda Suiça, do Vaticano?

    ResponderEliminar
  30. E agora, acrescento eu, a mais absurda e cómica de todas: em Portugal o povo pagará um imposto extraordinário para pagar uma crise causada pelos senhores banqueiros :)
    Ah e há outra lei em que um aluno do 8º ano, se tiver 15 anos, pode fazer exames do 9º :)
    e muitas mais...

    ResponderEliminar
  31. Natália
    Ah, pois há! E algumas não foram feitas há muito tempo!
    Bjs

    ResponderEliminar
  32. Pinguim
    Quem sabe?Melhor termos cuidado :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  33. Manuel
    Portugal é um repositório precioso de leis idiotas. É só começarmos a pensar.
    (Este ano, tive alunos no CEF que só tinham feito o 6.º ano e entraram directamente para o correspondente ao 8.º ano)
    Bjs

    ResponderEliminar