sábado, 27 de fevereiro de 2010

A Canção do Avô

Quando os nossos filhos crescem, por muito que estejamos preparados para isso, sentimo-nos sempre um tanto orfãos de filhos. Estamos habituados a cuidar, a transportar, a ensinar e, depois, há um dia em que descobrimos que eles cresceram. Continuam a precisar do nosso apoio mas, por vezes, são eles que nos ensinam , que nos mostram as novidades. Mostram-nos outras maneiras de ver a realidade à nossa volta, de a interpretar. E que bom que isso é!
Esta semana, o meu filho deu-me a conhecer uma banda portuguesa, chamada Dead Combo. Composta apenas por dois intérpretes, faz uma música inovadora, embora vá beber às raízes da música portuguesa. Ao ouvi-los, lembramo-nos do fado, mas também se encontram reminiscências da música country e dos ritmos sul americanos ou brasileiros. As suas composições têm nomes como Putos a roubar maçãs ou Lusitania Playboys. 
Neste fim de semana de mau tempo (mais um!), vale a pena descobrir os Dead Combo (ou será que só eu é que não os conhecia?). A minha proposta chama-se Assobio (A Canção do Avô) - Ode Marítima.
E bom resto de fim de semana.

15 comentários:

  1. O contacto com as nossas crianças só nos gratificam.

    O valor acrescentado que nos legam é sempre extraordinário.

    Não conhecia esta banda.

    Saudações

    ResponderEliminar
  2. A gente que ensina tudo acaba aprendendo tanto com eles ,quando crescem! é isso mesmo Teresa. O meu mais novo está sempre me perguntando: Mãe , que tanto voce faz nesse computador? sabe que é o blog , aí até me ensinou entrar no Twitter , diz que é muito mais rápido e"maneiro".A gente se orgulha deles, né Teresa? que bom quando carinhamos mais ,porque o tempo bom dos beijinhos e abraços , dos apertinhos neles ficou lá atrás rsrs .
    Boa música , gostei do som , seu filho deve ser um amor , e voce uma mãe babona rsrs
    beijinhos, bom domingo

    Ah obrigada por visitar o amigo Júnior de COntatos Imediatos, ele tem um astral alto, transmite alegria .

    ResponderEliminar
  3. Teresa

    Na realidade também não conhecia esta banda. E tem razão...
    Existe uma série de sonoridades diferentes nesta música, que a torna especial, sim.

    Os filhos ensinam-nos tanto...

    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. JPD
    Nem sempre é fácil educar e criar os filhos. Mas sempre há um momento em que recebemos o retorno do que lhes demos. Enfim, geralmente, porque há casos bem tristes.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Lis
    Ai, os nossos filhos, os cuidados, os problemas, as desilusões, os choques. Mas também o orgulho e o amor, sempre, não é?
    Também achei que o Junior tinha um alto astral. E eu sigo sempre o conselho dos meus amigos.
    Bjs e bom restinho de fim de semana.

    ResponderEliminar
  6. Maria João
    Também achei que eles tinham uma sonoridade inovadora, embora muito ligada à guitarra portuguesa. De resto, o primeiro álbum deles foi dedicado ao Carlos Paredes.
    O que nós vamos aprendendo!...
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Vagamundos
    Ainda bem que gostaram.
    Bjs e bom fim de semana (com neve?)

    ResponderEliminar
  8. Que bom que foi recordar o velhinho Fiat 600. Desconhecia por completo esta banda. É verdade Teresa, aprendemos muito com os nossos filhos, mesmo sem eles crescerem. Eu falo por mim, tenho três mestres de palmo e meio cá em casa, que me ensinam valiosas lições.

    Beijinho e obrigada pela visita :)

    ResponderEliminar
  9. Helga
    Aprendemos sempre, tens razão, desde que eles nascem.
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Venho agradecer a sua vista ao meu Rochedo e o comentário que lá dixo.
    Não conheço os Dead Combo, mas gostei de conhecer o seu blog.
    Uma boa semana

    ResponderEliminar
  11. Carlos
    Os blogues também servem para divulgar coisas que valem a pena!
    Obrigada e volte sempre.

    ResponderEliminar
  12. Para quem não conheça (não é o meu caso), é o melhor "cartão de visita" desta banda...

    ResponderEliminar
  13. A neve ainda por cá anda, mas tenda a diminuir :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Fechei os olhos e vi o Clint Eastwood a cavalo, barba por fazer, muita poeira, pele tisnada do Sol, olhos semicerrados e lábios tensos...
    Boa Música. São só dois? Deviam ser os Mini Dead Combo.

    ResponderEliminar