sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Postal de Lisboa XII - O Animatógrafo do Rossio

O velho Animatógrafo do Rossio

A vinte metros do Rossio, por trás do Arco Bandeira, precisamente no n.º 229 da Rua dos Sapateiros, situa-se o Animatógrafo do Rossio. Fundado em 1907 pelos irmãos Ernesto Cardoso Correia e Joaquim Cardoso Correia, era, à época, o mais luxuoso cinema de Lisboa, o primeiro a oferecer uma lotação de 100 lugares para assistir às novas variedades que vinham de França e dos Estados Unidos da América: as fitas de cinema.
Abriu a 8 de Dezembro, com a estreia do filme "A Aventureira". A partir daí, teve as suas vicissitudes: foi palco de teatro de variedades, foi sede de companhia de teatro infantil, mas, durante a maior parte da sua vida, foi um cinema. Em 1984, estando então fechado devido à morte dos seus proprietários, a Associação Portuguesa de Realizadores de Filmes propõe este espaço para sua sede, mas tal intenção nunca veio a concretizar-se. Em 1994, reabre com espectáculos eróticos. Hoje, é a Sexilândia, com anúncio público na Internet. Sex-shop e Peep-Shows.
Fiz este pequeno historial do Animatógrafo do Rossio para que se perceba que é um espaço com uma história que se cruza com a própria história da cultura da cidade de Lisboa. Mas posso acrescentar que, além de tudo isto, o Animatógrafo do Rossio é um dos melhores exemplos de decoração urbanística no estilo Arte Nova que a cidade possui. Os relevos exteriores são executados em madeira esculpida e os azulejos que se encontram entre as portas e a bilheteira, são ornamentados por figuras femininas e motivos florais. Ainda hoje  é um edifício bonito e vêem-se frequentemente turistas a admirar e fotografar a bela fachada. É claro que, hoje, se arriscam a fotografar, por engano, algum dos frequentadores da Sexilândia, que ali entram e saiem a qualquer hora do dia. As cortinas vermelhas não enganam, e as letras em neón, que desfeiam a fachada, também não.
Não sei se é pedir muito, mas não seria boa ideia dar um destino mais digno a uma das mais antigas e luxuosas salas de cinema de Lisboa? Dra. Maria João Seixas, já que tomou conta da Cinemateca, não poderia também tomar ao seu cuidado este espaço, que bem merece voltar a ter funções na arte para que foi fundado há mais de cem anos? Tenho a certeza de que não faltariam ideias, desde a já pensada sede da Associação Portuguesa de Realizadores, até um espaço museológico dedicado à 7.ª arte.
E quanto aos lisboetas, estou certa que gostariam de passear pela Baixa e não encontrar um espaço tão cheio de história e beleza entregue a uma realidade tão... nua e crua!


Pormenor da fachada do Animatógrafo

(Fotografias de FAires)

20 comentários:

  1. Não conhecia este espaço, mas só de o ver transformado no que é actualmente, é uma pena imensa...e faz parte como dizes, da história da cultura da cidade... que verdadeiro desperdício...
    Beijo e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  2. É uma fachada muito bonita e que retrata uma época muito própria da cidade de Lisboa. Uma pena que seja um espaço desperdiçado e não utilizado para algum fim cultural, digamos... um pouco... mais... cultural, mesmo.
    Um beijo
    Romicas

    ResponderEliminar
  3. Eva
    É mesmo uma sensação de desperdício!
    Bjs e bom fds.

    ResponderEliminar
  4. Romicas
    Ok, a pornografia também é cultura, outro tipo de cultura, sem dúvida. Mas este espaço merecia melhor destino. Talvez alguém nos ouça.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Teresa

    Adoro o Animatografo. Desde os meus tempos de estudante na pátria alfacinha que era uma passagem obrigatória cada vez que me deslocava à Baixa.

    Nunca tive a coragem de entrar (era muito tímido, já vês!) mas o exterior bastava para me deliciar.

    Toda aquela fachada Arte Nova faz-me recordar alguns edifícios que encontrei em Praga, mas nenhum tinha fachada em madeira.

    Obrigado por partilhares connosco.

    ResponderEliminar
  6. Que lindo,como sempre e que pena que um lindo espaço não seja bem aproveitado,não?beijos,chica

    ResponderEliminar
  7. Olá, Teresa.
    Embora não conhecendo a história daquele espaço tão bem como tu a descreves, já me tinha interrogado, tal como tu, há uns tempos atrás quando, por acaso, passei por lá.
    Esperemos....
    Bj

    ResponderEliminar
  8. Admito ser uma espécie em vias de extinção!
    Casos como este entristecem-me e revoltam-me!
    Como Papagaio, também observei alguns edifícios em Praga. Como eles os preservam, protegem e utilizam em manifestações culturais! Nem o comunismo soviético os destruiu.
    Porque é a cidade que me adoptou tão maltratada!?
    BJS
    BFS

    ResponderEliminar
  9. Papagaio
    Sabes que já parei muitas vezes à frente deste edifício, e já tive a tentação de lá entrar, para ver se o interior condiz em decoração com o exterior mas, confesso, nunca tive coragem!
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Chica
    É lindo, realmente, mas tão mal aproveitado!
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Ana
    Passando por ali (e não é difícil, dista 20 metros do Rossio!) o espaço questiona-nos mas, sabendo a história, ainda nos questiona mais, não achas?
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Carlos
    A preservação do património não pode ter a ver com questões ideológicas, mas sim com sensibilidade cultural. Eu vou falando destas coisas na esperança de que alguém ouça. Sei que a minha voz é fraquinha, mas muitas vozes fraquinhas juntas...
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. OI Teresa
    Pela foto percebe-se a beleza do Rossio e é lamentável o descaso e a acomodação de quem cuida da arte da cidade.Temos um bairro aqui ,no Rio (Copacabana) ,conhecido no mundo todo pela beleza de sua praia e sinuosidade das montanhas que vai num crescente ficando impossível transitar a noite, serve de encontros clandestinos,( ou nao),e a oferta é feita pelas calçadas, bares e locais que já enfeiam e quando nao denigre! e nao posso achar bonito o que nao é!cada dia fica mais difícil combater, existe zilhoes de instituiões a proteger e ganhar dinheiro fácil.Onde estava aqueles a quem confiamos pra cuidar da cidade?
    vai saber...
    Teresa, um bom domingo e meus abraços

    ResponderEliminar
  14. Lis
    Infelizmente, estes casos multiplicam-se pelo mundo e parece que escolhem os locais mais bonitos e emblemáticos.
    Bjs e bom domingo para ti também.

    ResponderEliminar
  15. Teresa
    é uma das fachadas mais belas de Lisboa, ali escondida por trás do Arco de Bandeira.
    Quando eu vim estudar para Lisboa, ainda havia lá cinema de muito má qualidade e a preços muito baixos; mais tarde , depois do 25 de Abril, transformou-se num cinema que passava filmes porno, como o velho Olímpia, e que se transformaram em locais privilegiados de sexo homossexual gratuito, nesta Lisboa tão mutável; era curioso e estranho ver senhores, pais de família, ali entrarem, quase clandestinamente, geralmente com o jornal "A Bola" na mão (sempre dava um ar de virilidade e dava jeito para outras coisas) e sair algum tempo depois de se terem "aviado" com algum jovem...
    Depois fechou e reabriu com uma novidade em Lisboa: os "Peep Shows", ou seja senhoras a despirem-se ou casais a fazerem sexo e as pessoas iam vendo por umas janelas exteriores, indo metendo dinheiro conforme o tempo que lá passavam.
    Finalmente é uma sex-shop!
    É esta a história decadente de uma outrora bela sala de cinema, então chamado Animatógrafo...
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  16. Pinguim
    Aí está a realidade nua e crua do Animatógrafo. Já era tempo de se restituir alguma dignidade a esse belo edifício, não achas?
    Bjs
    (nem quero pensar para que é que dava jeito o jornal "A Bola"!?!)

    ResponderEliminar
  17. Claro que seria.

    (Sem falsos moralismos) Em Lisboa, no nosso país, a valorização do património cultural é tão frequentemente mal tratado que até arrepia.

    Que mais dizer....

    Saudações

    ResponderEliminar
  18. Vamos torcer para que o Animatógrafo seja restaurado. é bela a fachada.

    ResponderEliminar
  19. JPD
    Há espaços para tudo. E este merecia um destino mais digno (sem falsos moralismos).
    Bjs

    ResponderEliminar
  20. Há.dias.assim
    Vamos torcer!
    Bjs e volta sempre.

    ResponderEliminar