domingo, 24 de janeiro de 2010

Gosto bué de ti!

Aqui há tempos, andou a circular na internet uma carta de amor muito engraçada, endereçada a um tal Jorge Daniel. Mas agora os putos já estão muito à frente e já perceberam que as novas tecnologias é que estão a dar!
Ora, o Luis, que eu não conheço pessoalmente mas que me conquistou sem reservas, resolveu declarar o seu amor directamente no YouTube. Não sei o que pensou disso a rapariga dos seus sonhos, mas eu quase chorei... a rir. Vale mesmo a pena ver, até ao fim!
Boa sorte, Luis!


13 comentários:

  1. Fogo, Luis!

    Tens de lhe dizer isso, olhos-nos-olhos.

    Ela aceitará.

    Boa sorte, Luis.

    ResponderEliminar
  2. Achei uma ternura este vídeo... e não me ri, nem um bocadinho deste coração destroçado, conhecendo tão cedo a amargura da rejeição.
    Bom conselho o do JPD, mas se ela estivesse interessada, ele já o saberia...mas não custa tentar. :)
    Devo dizer com toda a franqueza, que apesar do vídeo estar em site público, assim como a tal carta que falas, considero uma falta de respeito pelos envolvidos estas retransmissões de algo tão privado, que julgo que nem os próprios terão consciêcia da exposição pública de que são alvo...nem sabemos se foram os próprios a publicar...quem foi, e com que objectivo... desculpa, mas é o que penso. Beijo e continuação de bom Domingo!

    ResponderEliminar
  3. Sem comentários, Teresa!!
    Estás a ver como os homens nos "levam à certa"?? Começam a treinar muito novos!!

    ResponderEliminar
  4. Não sei se vai dar para conquistar o seu amor mas já deu para darmos umas boas gargalhadas.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. JPD, Ana, Romicas, Vagamundos
    Com graça e candura, o Luis já nos conquistou a nós. Desejamos-lhe boa sorte.
    Nós ficamos todos a torcer.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Eva
    Uma palavra especial para ti, já que costumamos estar de acordo e agora... não.
    A amargura da rejeição começa cedo, em coisas bem triviais, e temos de aprender a lidar com ela. Mas, hoje em dia, os miúdos lidam com a tecnologia de uma forma muito íntima e têm de aprender os riscos que correm. Claramente, este video foi feito para pôr no YouTube, pelo próprio miúdo. E ele sabe, porque todos sabem, que no YouTube toda a gente pode ver tudo. Há que seleccionar. E isso, nunca é cedo demais para aprender.
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Olá Teresa
    Primeiro um feliz 2010 atrasado desculpa não ter ligado mas acredita que não me esqueci da minha família de Alcochete preferida(por acaso é a única mas isso não importa).
    Não sei se concordas mas aqui o nosso amigo Luís devia pensar no "look" porque este pijaminha é lindo porque o é,mas não para a declaração deste género.Mas ainda há esperança,provavelmente ela está a fazer-se difícil,mas isso pode tornar as coisas ainda melhores.Quem sabe se ela não é a Julieta deste Romeu.
    bjs
    Magda

    ResponderEliminar
  8. Independentemente da explicação que deste à Eva, eu estou muito de acordo com o que ela disse: não consegui rir mesmo nada, mas achei isto tão genuíno, tão puro...enfim, adorei.

    ResponderEliminar
  9. Magda
    Olá! Não te preocupes, essas coisas não são para nós!
    Quanto ao pijaminha, concordo contigo, mas aquilo deve ter sido um impulso súbito!
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Pinguim
    Ok, se calhar tu e a Eva têm razão, mas a verdade é que isto foi mesmo posto a correr na internet, provavelmente pelo próprio Luis. Ninguém lhe fez mal (pelo menos aqui, no meu blogue), mas é bom os miúdos perceberem o que significa exposição mediática.
    Beijinhos para ti, independentemente de estarmos ou não de acordo!

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde, Teresa.
    Posts como este têm o condão de provocar comentários, discordantes e concordantes com a opinião de quem os edita. São por isso, na minha opinião, bem recebidos!
    Ouvi o Luís.Não creio que esteja de coração destroçado. Os putos dominam, hoje, por completo, a técnica da comunicação pela Internet, ou por qualquer outra via. São as imagens e mensagens trocadas por telemóvel, ou pelo Messenger, e por aí fora. Na maior parte dos casos perante o aplauso dos papás, que os soltam nos computadores e os enchem de telemóveis de última geração, não curando de saber os possíveis riscos para que, eventualmente, possam estar a lançar os filhos.
    Não sei se os putos perceberão, por si sós, o que significa, ou poderá significar, a exposição mediática. O que me parece (desculpe-se-me se estou a ser impiedoso) é que eles se estão a transformar em excelentes actores de rédea solta, com todas as consequências que daí possam advir. O YouTube é o último palco encontrado. Os putos mais crescidos já lá puseram agressões a professores!
    Receio que, perante a omissão dos pais (de todos nós, direi), os putos se estejam a maquinar, desumanizando-se, e que possam transportar tal faceta pela vida fora.
    Ao ver o vídeo do Luís, encontra-se-lhe, na aparência, graça e candura...
    BJS

    ResponderEliminar
  12. Carlos
    Encontrou a palavra que me faltava: palco. Eu também acho que os miúdos dominam as tecnologias melhor do que nós e sabem muito bem o que fazem, quando as utilizam. O youTube é palco mais recente que eles arranjaram. E eles sabem que tudo o que lá puserem vai ser esmiuçado e escrutinado. Impiedosamente. Como eles próprios fazem.
    Bjs

    ResponderEliminar