quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Blogstória

Para o mês de Dezembro, a BlogGincana tem uma proposta engraçada e muito interactiva:
"tecermos contos, textos ou poemas em conjunto, como uma grande colcha de retalhos. O primeiro blog inscrito escreve até 5 frases de uma história inventada e passa a bola adiante, para o blog seguinte da lista de inscrição, e assim por diante, aumentando sempre o conto."


A minha história começa aqui... 



O homem de cinzento dissera-lhe que o dia da maldição se aproximava. O que quereria ele dizer? Ela não sabia, mas ficara nervosa. A verdade é que, desde aí, nunca mais fora a mesma. Ficava a vaguear pela casa, murmurando palavras sem nexo, pegando em objectos da sala para os deixar esquecidos no quarto ou ao contrário. Parecia ter uma fobia por espelhos. Quando passava perto da entrada, ou da porta da casa de banho, ficava mais nervosa ainda, olhava em volta como quem procurava qualquer coisa, chegava a gritar. Flávio gostaria de a ajudar, mas como? Tentou serená-la, mas não resultou. Ir ao médico estava fora de questão, a mãe gemia e dizia que não valia a pena, que o destino estava traçado. Flávio não acreditava em maldições ou encantamentos, sempre fora um homem pacato, mas agora… 





...e continua no Olhar Direito (Se quiserem seguir a história é só irem andando de blog em blog)







14 comentários:

  1. Está andando bem essa história,não? Viste que nosso VAMOSBRINCARJUNTOS está em férias até fevereiro? Depois vamos con tudo novamente,ná? Estou com saudades, mas não dá nessa época,beijos,chica

    ResponderEliminar
  2. Chica
    É melhor parar, sim, esta época natalícia é complicada para toda a gente.
    De certa forma, continuamos a fazer histórias conjuntas aqui, com a Bloggincana.
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Teresa,

    muito legal sua continuação! Entro no clima e trama totalmente! Parabéns!
    Obrigado por ter participado!

    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Teresa, ficou muito legal a tua continuação... nossa "História Andante" está show de bola...risos!

    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Oi Teresa!

    Você pegou bem a parcela da história da Chica e a continuou com sabedoria. O personagem da mãe de Flávio foi bem explorado trazendo mais suspense a trama. Parabéns!

    E a história anda que anda!

    Dicas para os próximos autores desta "colcha de retalhos" ambulante:
    Não esqueçam de voltarem ao barulho na janela (introduzido pelo Eduardo do Varal na parte 2) e ao telefonema lá da parte 1.

    Estou cada vez mais curiosa para ver como esse conto acabará!

    Abraços!

    ResponderEliminar
  6. Oi,Teresa,
    Nessa blogagem nao estou participando, mas acompanho cada passo da historia , pra ver a imaginação dos amigos.
    Voce é fera, deu o seu recado focando no mistério que a trama propôs no inicio.
    meus abraços, Teresa

    ResponderEliminar
  7. Eduardo, Wania
    Obrigada pelos comentários. Vamos ver o que isto dá!
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Fátima Cristina
    Eu tentei mesmo explorar um dado da história e não acrescentar mais, senão daqui a um bocado já ninguém se entende com a trama.
    Bjs e, mais uma vez, parabéns pela sua iniciativa, que está a ser um sucesso.

    ResponderEliminar
  9. Lis
    Vá acompanhando. Para a próxima não pode faltar!
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Linda tua continuação Teresa!
    Estou curiosa para saber como isto vai acabar.
    parabéns, adorei.
    Doce beijo querida...

    ResponderEliminar
  11. Teresa, eu já escrevi na Fátima que esse romance vai acabar virando livro e dos bons.

    detsa vez preferi ficar do lado de fora, tenho muito trabalho até 15 de janeiro, pois faco imposto de renda e vc sabe como é...

    Mas vim te abracar, te desejar um ano novo rico em realizacoes e que bom que nos encontramos por aqui, rs.

    Um grande abraco

    ResponderEliminar
  12. Os pacatos são os piores... Bem esgalhado.

    ResponderEliminar
  13. Georgia
    Eu também acho que isto vai virar romance! E é de terror!
    Bjs e bom início de ano para você.

    ResponderEliminar
  14. Andreia, Expressodalinha
    Vamos ver como isto vai continuar. Para já está engraçado, não está?
    Bjs

    ResponderEliminar