segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Não quero ser Touro!

Eu sei que sou distraída. Por isso, provavelmente, só neste fim-de-semana me dei conta de que os signos tinham sido mudados. Assim, de repente! Foi um choque para mim, como provavelmente para milhões de outros seres humanos por esse mundo fora. 
Segundo parece, os astrónomos do Minnesota Planetarium Society divulgaram o que já se comentava em voz baixa há muito tempo: os antigos astrónomos da Babilónia basearam os signos na constelação na qual o Sol se encontrava na data do nascimento. Mas, ao longo dos milénios, a força gravitacional da Terra alterou o seu eixo o suficiente para originar uma diferença de quase um mês no alinhamento dos signos. Mais ainda: por qualquer razão, quem sabe uma birra, definiram só doze signos, quando deviam ser treze. E agora, para repor a verdade científica, há que redefinir o calendário do Zodíaco.
Pois, muito bonito! Considerações científicas àparte, há outras implicações e consequências igualmente pertinentes! O que fazer agora agora das medalhinhas e contas da Pandora, onde invariavelmente se incluiam os signos? E aquelas belas tatuagens das costas ou do tornozelo, com o símbolo zodiacal? Mas o que ainda me parece mais grave é a crise de personalidade. Crescemos com os astrólogos de serviço a martelarem-nos as características do nosso signo em todos os programas da manhã. Os mais aficcionados ainda liam as previsões diárias nos jornais ou mesmo na internet. Habituamo-nos a considerar que certos traços da nossa personalidade correspondiam ao nosso signo. E agora, viram-nos as convicções do avesso. Os antigos Leões deixam de ser autoritários para passarem a ser ligados à família e ao lar, isto é, Caranguejos. Os antigos Caranguejos tornam-se criaturas volúveis e criativas, isto é, Gémeos. E por aí fora. Desconfio que, com as crises de identidade que se avizinham, só os psicólogos tirarão algum benefício destas revoluções científicas e astronómicas.


Para os que são tão distraídos como eu e ainda não deram pelo novo alinhamento do Zodíaco, aqui está o  calendário dos Signos:


Capricórnio: De 20 Janeiro a 16 Fevereiro 
Aquário: De 16 Fevereiro a 11 Março 
Peixes: De 11 Março a 18 Abril 
Carneiro: De 18 Abril a 13 Maio 
Touro: De 13 Maio a 21 Junho 
Gémeos: De 21 Junho a 20 Julho 
Caranguejo: De 20 Julho a 10 Agosto 
Leão: De 10 Agosto a 16 Setembro 
Virgem: De  16 Setembro a 30 Outubro 
Balança: De 30 de Outubro a 23 Novembro 
Escorpião: De 23 a 29 Novembro 
Serpentário (Ophiuchus): De 29 Novembro a 17 Dezembro 
Sagitário: De 17 Dezembro a 20 Janeiro

15 comentários:

  1. Eu também não quero mudar e NEM VOU,rsrs nem que a vaca tussa!!!

    beijos,linda semana,chica

    ResponderEliminar
  2. Parece que isso já foi anulado!
    Eu também quero continuar a ser Peixes! :-))

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Parece que não é verdade. Mas para mim, não é verdade mesmo: sou Carneiro e hei-de ser sempre; mudar para Peixe? Era o que faltava...

    ResponderEliminar
  4. Teresa,

    Cada vez está mais explícita na sua escrita. Ou então está igual e sou eu que gosto cada vez mais de a ler!

    Belo texto, e linda geringonça zodiacal com que ilustrou o artigo.

    Olhe! Eu sou antiquado, e não abdico do meu signo chinês! Sou macaco, e continuo muito satisfeito com isso!

    Anyway, já tive queda pelo Sporting e o último carro que tenho é um Peugeot (o Leão que mostra a sua raça), o que não tem nada a ver com macacos!

    Tatuagens não tenho... porque nunca fui cadastrado! Nem na guerra me deixei tatuar! Sou contra, e não é recomendável à saúde!

    Olha eu, agora Caranguejo! Nem gosto de marisco!...

    Bolas, o mundo está numa decadência assustadora; já nem os signos escapam - será da crise?

    Mas que sina!...

    Já viu se o Fernando Pessoa sabe disto? Vai aos arames... de certeza! Isso é que era bom, atirar com a carta astrológica que ele fez sobre Portugal, no lixo!

    A menos que, o país siga o mesmo caminho: o do lixo (...)

    Abraço Leão [não abdico! revolto-me - a culpa deve ser do Sócrates]

    Com a devida vénia do Macaco,

    CÉSAR

    ResponderEliminar
  5. Minha cara, eu nasci Capricórnio, serei sempre capricórnio e morrerei como tal. Além disso, GOSTO de ser o primeiro signo do ano. Ou serei o último signo do ano? Não interessa: fechamos o anterior e abrimos o seguinte. E eu sou uma boa Capricórnia!
    Tenho dito!
    Beijos
    Romicas

    ResponderEliminar
  6. Eheheh, essa "notícia" já foi desmentida, nem a comunidade científica alinhou nessa "nova Ordem"...

    E se bem que já houve tempos em que acreditava piamente na astrologia e respectivas características ditadas pelos astros, já há muito deixei de ser tão crédula!

    Nem por isso vou largar os Peixes à deriva e virar "casinha" deles. Mal por mal, quero continuar ser vivo... :D

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  7. Gosto de ver como nos agarramos ao nosso velho signo zodiacal. E ainda dizemos que não acreditamos nestas coisas!
    Anyway, dizem os meus amigos que esta notícia já foi desmentida. Não vi o desmentido mas acredito, ou pelo menos quero acreditar, que continuo a ser Gémeos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Não sou VIRGEM!!! Sou e sempre serei BALANÇA!!! Que é isso de alterarem o número de signos? Não vou nessa! Não e não.

    Beijinhos Teresa

    ResponderEliminar
  9. E vais continuar a ser “gémeos”, Teresa... é que as coisas não se passam assim como a rapaziada do planetário do Minnesota diz... eu passo a explicar.

    Como toda a gente sabe, Minneapolis é a capital do Minnesota... conhecido como o estado dos mil lagos ou seja, água não lhes falta... aliás Minneapolis repousa nas margens dos rios Mississipi e Minnesota... mais água...

    Com tanta água, a região aproveita, desde tempos remotos (A.C.), a sua força motriz para tudo o que se possa moer, incluindo a cevada...

    A capital do estado dos mil lagos deu assim lugar a muitas cervejarias... recomendo a Moose on monroe, acreditem vale a pena... notável herança sioux... ou então a famosa town hall brewery, até uma viagem pelo seu site é inebriante...

    Com tanta cerveja passaram a ver a cidade a dobrar (Minneapolis e St. Paul) e para disfarçar chamam-lhes as Twin cities (não confundir com o signo gémeos)... claro que os nossos amigos do Planetário, com tantas visitas ao Moose on monroe e à Town Hall Brewery... começaram a inventar coisas... o 13º signo do Zodíaco e outras coisas que se dizem nestas circunstâncias...

    Se isto não é assim que me caia um raio em cima... qualquer um daqueles dois que ali vejo...

    Bem, agora a sério... na escola diziam-nos que a Terra tinha 2 movimentos, rotação e translação... mas tal omite outros 3 movimentos... os de nutação, precessão e revolução... está tudo aqui explicadinho, para que não digam que estou a ver a dobrar...

    Agora interessa-nos, sobretudo, o movimento de precessão, que dá origem à precessão dos equinócios, ou seja, o momento em que, na Terra, o dia e a noite se equiparam... esse momento ocorre com o Sol e “espreitar” diferentes constelações da elíptica, devido ao movimento de precessão...

    Só que tal fenómeno muda muito lentamente no tempo já que a precessão tem um ciclo de 25.800 anos... na prática, mais uns milhares de anos e a estrela polar deixa de indicar o Norte... no entretanto a cada 2150 anos (1/12 do ciclo completo), o signo zodiacal recuaria para o signo anterior...

    Para os astrónomos estariam arrumados os ciclos zodiacais, mas tal também não é verdade, como muito bem explica a Eunice Ferrari... realmente astronomia e astrologia não se confundem, por isso o melhor é a ciência não se meter no esotérico como bem aborda a "bad astronomy" e deixemos tudo como estava, a mim também não me agrada nada deixar de ser capricórnio... os que doravante nascerem no meu dia, que se mudem para Sagitário, daqui não saio...

    Para quem tiver interesse, paciência ou simplesmente insónias, sugiro assistam à lição do prof. Robert Nemiroff dedicada à via Láctea ou Estrada de Santiago... bastante bom para descobrir o nosso lugar no universo.

    ResponderEliminar
  10. Bem, este último comentário deixou-me esmagada e sem argumentos. Fico contente que tenha sido reposta a velha ordem astrológica. Não gostava nada de ter de ser Touro!
    No entanto, também tenho de confessar que preferia estar na tal cervejaria de Minneapolis, à espera das novidades da rapaziada do planetário. Sempre esperava com o estômago mais reconfortado.
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Teresa

    Parece que afinal, tudo ficou com estava antes e eu posso continuar a nadar nas mesmas águas :-)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Boas,

    Parabéns ao comentador Miguel Ângelo. Isto foi um autêntico post, dentro de um post!

    E... não é só dar parabéns!... tenho a agradecer-lhe, tudo o que aprendi consigo!

    Abraço,

    [e a Teresa desculpe, esta m/ invasão].

    César Ramos

    ResponderEliminar
  13. Então eu agora sou sagitário? Está bem está... capricórnio até morrer!

    ResponderEliminar
  14. Obrigado César, gentileza sua e da Teresa (que me perdoe também abusar da caixa de comentários)... ainda tenho dúvidas do que é que gosto mais, se das coisas da astronomia, se da cerveja do Moose... Inté.

    ResponderEliminar
  15. A VERDADE SOBRE O 13º SIGNO

    Recentemente, apareceu no “mercado americano” o 13º “signo” que os astrônomos chamam de Serpentário. Na realidade, Serpentário não é um signo e sim uma constelação que está entre Escorpião e Sagitário. No meu livro CONHEÇA A ASTROLOGIA PARA MELHOR SE CONHECER publicado pela Editora Baraúna lanço uma nova teoria sobre o zodíaco como sendo o próprio campo magnético terrestre ORIGINADO na FORMAÇÃO DA TERRA e IMUTÁVEL. Logo, se existiu sua influência ela foi incorporada às de Escorpião e Sagitário, ou então ela estava fora da eclíptica (caminho do Sol).

    ResponderEliminar