sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Espirros e anjos

O Inverno continua e, com ele, todas aquelas coisas desagradáveis que são o seu cortejo. Continua a chuva, que varia dos chuviscos às saraivadas de granizo. Continua o frio, mais ou menos intenso. Continuam os dias curtos, escuros, pesados. Até o trabalho custa mais a desenvolver. Continuam também as gripes e constipações. No meu caso, foi-se embora a gripe, mas ficaram alguns efeitos colaterais, que incluem espirros dispersos, dores de cabeça ocasionais, nariz vermelho. Mas temos de manter o espírito positivo e a boa disposição. Porque vem muito a propósito, aqui deixo um pequeno e delicioso poema de Nuno Júdice. 

BEATITUDE
No paraíso, na idade de ouro,
ouvindo os anjos tocarem alaúde
e flauta, as nuvens acorrem
como ovelhas
à sua beira. Então, os santos
pegam nas tesouras e começam 
a tosquia das nuvens. Lá
em baixo, nos prados onde as almas
se juntam, começa a chover: e como
já não haverá guarda-chuvas, 
na idade de ouro,
as almas constipam-se, 
amaldiçoando 
as ovelhas, as nuvens
e os santos. Só os anjos, continuando
a tocar, se riem, beatíficos, ouvindo
o bater da chuva
por entre o espirrar 
das almas.

(Nuno Júdice)

3 comentários:

  1. Fevereiro está de braço dado com Março, portanto a Primavera está próxima...esperemos...
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Bom o texto, mais uma vez.
    E a poesia do Nuno Júdice não conhecia.


    Um beijo e obrigado, com votos de bom fim de semana.
    ( Terça feira deve estar SOL !!! )

    ResponderEliminar
  3. Anseio pela Primavera, por todos os motivos e mais um!

    ResponderEliminar