quinta-feira, 11 de outubro de 2012

A moda da bifana


Aqui há uns tempos, o gastrónomo e viajante americano Anthony Bourdain fez um programa em Lisboa. Até escrevi sobre isso aqui. Durante a sua estadia na capital, provou bifanas. Achou "awesome"! Repetiu e lembeu-se com as nossas bifaninhas. Teria sido por isso? A verdade é que a bifana virou moda, virou mania, virou franschising. 
De repente, começaram a aparecer nos centros comerciais, revestidas de condimentos, mostarda, molho de alho, chutney de manga. Uma casa alentejana lançou a moda, quando lançou o franschising. A McDonald's foi a última a render-se à bifana, mas aí está a McBifana anunciada em todos os cartazes!
Segundo li, em dia de jogo do Benfica, a Casa Original do Centro Comercial Colombo vendeu mais de mil unidades. Podia ser mazinha e dizer que é uma iguaria barata, o que dá sempre jeito. Podia ser cínica e lembrar que, antes de virar moda, a velha bifana vendia provavelmente o mesmo número de unidades nas roulotes que rodeiam os estádios em dias de jogo, acompanhadas de umas sandes de couratos.
Mas não vou escrever nada disso, porque eu própria sou fã incondicional das bifanas. Daquelas vendidas nas tascas à moda antiga, fritas numas grandes frigideiras junto à montra, a fazer crescer a água na boca a quem passa. Sim, daquelas que escorrem o molho para o pão, acompanhadas de uma imperial bem fresca!


É melhor parar por aqui, este post está a dar-me uma vontade enorme de trincar um lombinho de porco grelhado, bem macio! Ou, como quem diz, uma bifana!

21 comentários:

  1. Acontece que eu sou vegetariano. Dispenso. ;))

    ResponderEliminar
  2. Hehe, a minh mâe é da terra das bifanas por excelência - Vendas Novas! E como adoro lá ir, todos os anos, lá vou provar as famosas bifanas:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tal restaurante alentejano de que falei é de Vendas Novas, pois claro!

      Eliminar
  3. até dói não é? Mas é tão bom!

    ResponderEliminar
  4. hmmmmmmmmm...Também me deu vontade!!! beijos,lindo fds!chica

    ResponderEliminar
  5. Em vez da bifana posso pedir um prego?
    :)

    ResponderEliminar
  6. Vale que jantei há pouco tempo, se não ficava com água na boca... :)

    Beijocas, ó gulosa por bifanas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Têm de me perdoar, eu escrevi isto antes de jantar! :)

      Beijinhos!

      Eliminar
  7. E agora? saio daqui com uma vontade danada de comer uma bifana!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lilá(s)
      Acho que a Casa das Bifanas, na Praça da Figueira, ainda pode estar aberta! :)
      Bjs

      Eliminar
  8. Miguel Ângelo Fernandes12 de outubro de 2012 às 00:17

    Pode ter nascido em Vendas Novas, mas a bifana é uma coisa bem alfacinha... O presidente Costa bem podia criar a Praça da Bifana... que bem podia ser a Praça da Figueira, site da célebre "Casa das Bifanas"...
    Aliás toda a toponímia de Lisboa poderia ser ajustada... R. da Escola Polibifénica... Rotunda do Marquês da Bifana... R. Barão da saborosa Bifana... Av. da Bifana Livre... R. da Bifana d' Ouro... R. dos Bifaneiros... Av. Estados Unidos da Bifana... Av. Almirante Bifanéis... Largo das duas bifanas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Miguel, as tuas sugestões são sempre fantásticas! Eu concordo, claro!

      Eliminar

  9. E olha que este teu post fez-me água na boca, mesmo a esta hora da manhã. Tens a moda das bifanas pegou mas nada realmente como aquelas de que falaste vendidas nas roulotes, nas tascas, nas feiras.

    Lisboa tem em ti uma grande promotora, dos seus monumentos, das suas praças e jardins, dos seus espectáculos, das suas iguarias e petiscos, enfim de tudo o que faz duma cidade como ela um lugar de eleição. E gosto muito.

    Bj

    Olinda

    P.S. TROUXE-TE TAMBÉM O CONVITE PARA UM DESAFIO, UM QUESTIONÁRIO QUE UMAS MENINAS ME PASSARAM...

    :)

    ResponderEliminar
  10. Quem consegue resistir à bifana, não é? :)

    ResponderEliminar
  11. Olinda
    É verdade, gosto muito de Lisboa. Vivi anos longe dela e só passei a gostar mais e a emocionar-me mais ainda cada vez que voltava. Há pessoas que passam a vida a apontar o que está mal em Lisboa, eu compreendo e muitas vezes têm razão. É a sua maneira de amar e defender a cidade. Mas a minha postura não é essa, gosto de evidenciar o que é belo e nos pode fazer sentir bem. Para nos sentirmos mal, já basta a crise.
    Já fui ver o desafio. Vou aceitar, porque vem de ti, mas não sei bem quando, tenho agora a minha vida tão complicada!
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Não sou lá muito de bifanas, prefiro o preguinho...
    Bom fds

    ResponderEliminar