terça-feira, 27 de outubro de 2009

Teoria do Divertimento

O que seríamos nós sem música?
A música é a forma de comunicação mais universal (pronto, está bem, a seguir à Matemática, mas muito mais agradável!) e, às vezes, contribui directamente para a nossa saúde. Como? Aqui está um exemplo.
Todos sabemos que um dos nossos problemas civilizacionais é a vida sedentária e, em consequência, a tendência para a obesidade, com todo o seu cortejo de doenças e fragilidades. Cada dia se inventam novas formas de facilitar a nossa vida e poupar-nos esforço físico. Por exemplo, inventaram-se as escadas rolantes para nos poupar o esforço físico de as subirmos realmente. No entanto, subir e descer escadas é um exercício bem saudável. Ora vejam esta experiência notável, em que o nosso gosto inato pela música é posto ao serviço do nosso exercício físico.
Isto passa-se em Estocolmo, capital da Suécia, numa iniciativa intitulada "Teoria do Divertimento" patrocinada pela Volkswagen. A ideia é que é mais fácil levar-nos a ter atitudes saudáveis, ou ambientalmente correctas, se também forem divertidas. Bem pensado!





2 comentários:

  1. Bem interessante essa iniciativa.Havia lido já!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  2. "Se a música é o alimento do amor não parem de tocar. Dêem-me música em excesso; tanta que, depois de saciar, mate de náusea o apetite."
    William Shakespeare

    Sábias palavras de um sábio, não?!
    Gostamos de estar aqui no seu espaço, Teresa, conhecer seus olhares através dos óculos do mundo.
    Tenha um dia de paz, menina! Nos sentiremos felizes em tbm receber você em nosso ninho de amor.
    Beijos de luz!

    ResponderEliminar