quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Dificuldade com as comunicações

Não, creio que não tenho nem nunca tive dificuldades de comunicação. No entanto, no que diz respeito às telecomunicações, devo ter um problema de incompatibilidade qualquer. Talvez tenha a ver com a fibra ótica!
A causa deste desabafo é simples. Mudei de casa e, por estranho que pareça, mais difícil do que mudar os tarecos, trapinhos e caixotes, foi o processo de migração do meu contrato MEO, para a nova morada. Durante mais de quinze dias lutei com a PT para que me fosse instalado o serviço. De início, tudo parecia fácil! Devia ter desconfiado! Por duas vezes me marcaram a instalação, alterei a minha vida profissional para poder estar em casa à hora prevista, e por duas vezes falharam, com as desculpas mais esfarrapadas. Falei com mais de dez técnicos (ou atendedores de call-center, não consegui distinguir), e a única coisa que descobri foi que a PT tem tantos departamentos quanto técnicos (ou atendedores de call-center) e nenhum sabe rigorosamente nada sobre o que disse o outro técnico, que pertence invariavelmente a outro departamento. 
Por fim, lá consegui que o serviço da Meo fosse instalado. Os técnicos não se deram ao trabalho de levar os equipamentos anteriores consigo, ainda tenho de ser eu a levá-los para uma loja da PT. Aparentemente, pertencem a outro departamento!
Fiquei com a sensação que a PT despreza os seus clientes. Nos novos contratos sim, tudo se passa com rapidez e eficácia. Mas, quanto aos contratos mais antigos, o desinteresse parece total. Francamente, senhor Zeinal Bava, com tantos lucros, podiam ter menos departamentos e mais consideração pelos que pagam os vossos serviços!
Enfim, cá estou de novo, cheia de fibra. Pelo menos, ótica!


Para festejar o meu regresso a casa.

17 comentários:

  1. Fizeste bem em denunciar uma situação que, com certeza, já se terá passado com muitas mais pessoas.
    Quanto à música: ADOOOOORO. ;))

    (O início faz lembrar Burt Bacharach)

    rsrsrsrsrsrsrs=)))))

    ResponderEliminar
  2. Podes ouvir aqui:

    http://grooveshark.com/#!/s/The+Look+Of+Love/3YiZnS?src=5

    :)))))))

    ResponderEliminar
  3. LOL
    Tens razão. Fui ouvir e é estranhamente parecido :)
    E o mais esquisito é que a versão original desta música não tinha este início!

    Vá-se lá perceber!

    ResponderEliminar
  4. Adoro a música! :D

    Quanto ao resto, tenho ideia que as empresas como a PT e afins funcionam bastante mal, quando há problemas técnicos. Aqui há uns anos deixei pura e simplesmente de ter net, telefonava e andava de técnico em técnico (ou de funcionário de call center em funcionário de call center?!?) na PT diziam que o problema era do servidor e no servidor que o problema era da PT. E a coisa ainda estaria por resolver, se não tivesse um primo na PT, que lá enviou um técnico verificar umas placas não sei das quantas e descobriu-se que a placa onde nós estávamos juntamente com alguns outros utentes dos serviços estava avariada - toda ela, portanto ninguém dali tinha acesso à net! Mas isto foi muito antes do MEO. Felizmente com este só tive uns probleminhas no início, desde que mudei para a fibra ótica não voltei a ter problemas! Toc, toc, toc! (eu a bater na madeira)

    Mas pronto, se te consola as outras telefónicas não funcionam muito melhor, antes pelo contrário!

    Beijoca e bem regressada à blogosfera! E à nova casa, também, obviamente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Teresa!
      Quanto às empresas telefónicas, aturo a PT porque me consta que é mesmo assim, não funcionam muito melhor!
      Beijinho.

      Eliminar
  5. E por causa do mau serviço da PT tive o privilégio de voltar a ouvir Sérgio Godinho a cantar esta Lisboa que eu amo! :-))

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rosa dos Ventos
      Qualquer pretexto é bom para voltar a ouvir Sérgio Godinho e Caetano Veloso!
      Beijinho.

      Eliminar
  6. Oi Teresa
    Por coincidência comigo aconteceu bem parecido, sempre estou mudando de casa por temporada, e sempre me aborrecendo com os serviços solicitados a essas Empresas ,
    os telefonemas são demoradíssimos, tendo que aturar aquela musiquinha de fundo e a fatídica frase_ " a sua ligação é importante para nós"Imagine se não fosse
    e ainda ficam a transferir para fulano e sicrano, só nao desisto porque preciso do maldito serviço rs
    Fala-se muito dos serviços públicos, todos deixam sempre a desejar,realmente.
    Gostei muito do vídeo.
    saudade de ti Teresa,
    deixo abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lis
      Por aqui, é igual, como vês!
      Saudades também :)

      Eliminar
  7. Independentemente do ângulo Lisboa é sempre bonita.
    :)

    ResponderEliminar
  8. Conheço alguns casos idênticos, Teresa, por isso deixo-lhe desde já um conselho.
    Se mudar de casa outra vez, ligue para a MEO e diga que vai mudar de casa e quer terminar com o serviço. Garanto-lhe que no dia seguinte estão a bater-lhe à porta a fazer a instalação. Sei que fnciona, porque há uns meses dei esse conselho a uma amiga e resultou!
    A explicação ( apesar de idiota) é simples. A MEO ( com a ZON acontece exactamente o mesmo) só se preocupa com os clientes quando corre o risco de os perder. Se, pelo contrário, um consumidor lhe manifesta a sua fidelidade, como a Teresa fez, eles pensam " então pode esperar". É a nova lógica do mercado a funcionar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar tem razão Carlos.
      Para a próxima vez, vou experimentar (embora espere que não haja próxima vez, estou cansada de mudanças!)

      Eliminar
  9. Eu bem estranhei a ausência... =) eu até tenho medo de ligar para essas linhas de apoio porque, invariavelmente, atende uma voz bem timbrada que faz perguntas às quais quase nunca sei responder e dá explicações que quase nunca percebo... É horrível...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, são bem educados. Agradecem sempre termos esperado e tal... O pior é o resto!
      Bjs

      Eliminar
  10. O conselho do Carlos é totalmente correcto. Eu sou cliente da Zon e sempre que há um problema sucede o mesmo: vou passando de atendedor para outro atendedor e resolução do problema, viste-o...
    Falo que há concorrência, que estou sempre a receber visitas da Meo (e é verdade, já nem os atendo) e o assunto resolve-se em três tempos - abençoada concorrência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. João, para a próxima já não me enganam...
      Bjs

      Eliminar