terça-feira, 20 de novembro de 2012

Coisas de que eu gosto I - Sopa

Quando o outono avança, de mansinho, e começam a chegar os dias de frio e de chuvinha miúda, poucas coisas me sabem tão bem como uma sopa! Uma daquelas sopas a sério, que são cozinhadas devagar, e ainda guardam o sabor dos legumes e do azeite. Deve haver poucas comidas tão simples, mas tão nutritivas, saudáveis e reconfortantes como uma sopa! 
Confesso que, nas minhas andanças lá por fora, não encontrei sopas tão boas como as portuguesas. Pelo menos lá para o norte da Europa as sopas são uns caldinhos deslavados, que não se atrevem a competir com um belo caldo verde! Por cá, temos uma variedade fantástica, dos mais delicados consomés a uma sopa de pedra, daquelas que se comem de faca e garfo. Eu gosto particularmente das sopas de legumes, e quanto mais legumes tiverem, mais saborosas são e melhor me sabem. 
Nunca percebi bem a aversão da Mafaldinha dos cartoons pela sopa. De certeza que não gostava por não ser portuguesa!

16 comentários:

  1. Como te entendo. Eu adoro sopas e adoro fazer sopa. Faço sopa quase para uma semana, mas demoro muito a fazê-la, é quase um ritual e aquelas duas horas de "descanso" desde que desligo o fogão até a considerar apta a comer, são fundamentais...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. João
      Quanto mais devagar se cozinhar, melhor fica!
      Bjs

      Eliminar
  2. E eu que sou da região da sopa da pedra ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na minha opinião, é um dos tesouros nacionais!
      Bjs

      Eliminar
    2. sim e enche bastante! :)

      beijinhos, Teresa... 

      Eliminar
  3. Ainda no domingo estive na festa do 90º aniversário de um grande amigo e a sopa de pedra não falhou...até repeti! :-))
    Gosto muito de sopa mas em criança detestava!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso que me dá esperança; talvez a Mafaldinha hoje já goste de sopa!
      Bjs

      Eliminar
  4. Cá em casa (os legumes saem diretamente do quintal para a panela) todos adoram sopa.
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim, diretamente do quintal para a panela, ainda é melhor!

      Eliminar
  5. Actualmente também gosto de sopa, mas só quando o tempo arrefece. No Verão nem vê-la.
    Lembro-me muitas vezes do que dizia um nutricionista meu amigo, o Dr. Emílio Perees, grande defensor da sopa: Quando as pessoas que não gostavam de sopa na juventude, começam a apreciá-la, é sinal de que estão a envelhecer. Ele dizia-o meio a brincar, meio a sério, mas nunca mais esqueci :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carlos, o seu amigo deve ter razão, atendendo aos comentários. Parece que o gosto pela sopa aumenta com a idade!

      Eliminar
  6. Oooohh... como percebo... uma boa sopinha dá conforto. É melhor que colo! E acho que quanto mais crescemos mais gostamos dela!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Briseis
      É uma espécie de colinho alimentar! :)
      Bjs

      Eliminar
  7. Também adoro sopa! Mas em miúda era como a Mafaldinha! Mudam as idades e os gostos... :)))

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  8. Ai, Teresa, foi preciso sair de casa para aprender a dar valor a um prato de sopa. E uma das que mais gosto é, sem dúvida, da sopa alentejana de feijão com couve. Hummmm... tão boa!! Ainda te lembras do sabor?
    Lembro, perfeitamente, que o meu pai viajava de Coimbra, no comboio, para e levar uma grande panela de sopa "de chocolate", como eu chamava à simples sopa de puré de feijão com legumes, tão conhecida por toda a gente... Maravilha!!!
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Sopa também está no meu top de coisas que gosto! Se não jantar sopa, até parece que nem jantei como deve ser... A minha favorita é de feijão com couve bacalã, mas também gosto muito de canja, caldo verde, sopa de pedra (claro!), grão com espinafres... Ao contrário do que li nalgusn comentários em cima, adoro sopa desde pequenina. A única excepção é a sopa de feijão verde!

    ResponderEliminar