terça-feira, 22 de junho de 2010

O que se passa com os cães que são encontrados no Santuário de Fátima?


O ESCÂNDALO DO SANTUÁRIO DE FÁTIMA EM RELAÇÃO AO ABATE DE ANIMAIS É CONHECIDO DE MUITOS, MAS NINGUÉM AINDA CONSEGUIU PARAR ESTA CRUELDADE.

"As ordens partem da Reitoria do Santuário, para que todos os cães que aparecem por Fátima, quer sejam adultos ou cachorros, quer tenham donos ou não, são capturados pelos seguranças e colocados na caixa que apresentamos em foto.
Esta caixa está mesmo nas traseiras do santuário, no local das oficinas. Ali ficam os cães durante algumas semanas, ao frio e à chuva de Inverno, à chapa do sol, no Verão. Sem direito a comida ou água, num espaço mínimo onde a maioria nem se consegue colocar de pé…
Existem alguns seguranças que não levam os cães capturados para este local, conseguem levar alguns para casa e adoptam-nos ou arranjam donos entre os seus vizinhos ou colegas de trabalho. Boa gente esta que sofre em ver os animais assim tratados, mas que se sente impotente com a ameaça de perderem os seus empregos.
Mas existem também dois seguranças, que violentam cruelmente os cães, com foices de podar oliveiras, dando com elas nas pernas dos cães que ficam em carne viva, a sangrar e com grandes cortes extremamente dolorosos e muitas vezes as pernas partidas. Esses cães são posteriormente levados, para esta caixa, permanecendo até que a carrinha da Câmara de Ourem tenha tempo para os vir buscar. Lá, são colocados, já muito debilitados, para abate, e são-no todos num prazo de poucos dias.
Quem nos informou, disse-nos também, que os cães que lá estão, vivem os poucos dias que lhes resta em condições extremamente miseráveis.
A Câmara Municipal de Ourém tem prometida (há demasiado tempo) a construção de um canil para recolher animais abandonados e o não abate de animais, mas como não existe interesse da Câmara nem pressão suficiente pela parte de quem abomina esta situação, para a construção do dito canil de protecção de animais perto de Fátima, vai adiando e esquecendo esta promessa e vai gastando a verba que já tinha disponível para esta construção em outras obras que lhes dão mais votos aquando das autárquicas.
A FAA soube também que existe um engenheiro que reporta directamente à reitoria do santuário, que deixa veneno (de acção ultra rápida) para matar alguns cães mais difíceis de apanhar...
Não conseguimos ter acesso ao seu nome, mas sabemos que existe apenas um engenheiro com funções ligadas à área verde que circunda o santuário.Mais grave a situação se torna de algum tempo para cá, que os cães depois de serem colocados na caixa, desaparecem antes que a carrinha da Câmara os venha buscar, ou tenha conhecimento que eles lá estão. Pensamos que são abatidos por alguns trabalhadores do santuário, porque os cães ladram á noite e podem incomodar os turistas, ou podem levantar suspeitas de maus tratos contra os animais perpetrados num local “sagrado”.Não sabemos quantos animais foram mortos com a chegada do 13 de Maio e com a vinda do actual representante da Igreja Católica a Fátima, mas acreditamos que quem lá for, não vê nenhum cão, porque as ruas foram limpas, tal como é sempre feito com uma regularidade impressionante.
Esta é uma situação abominável, pela parte de quem se diz representante de Deus, não é compreensível tamanha crueldade num espaço que querem fazer sagrado e que eles próprios profanam e o sujam de morte e sangue. Deixamos aqui o contacto do Santuário, para quem quiser mostrar a sua indignação perante esta monstruosa atitude."

Peçam para encaminhar a vossa chamada para a reitoria:
249 539 600
Deixamos também os contactos de email: 
http://www.santuario-fatima.pt/portal/index.php?id=2891

Encontrei este texto num blogue que sigo e prezo bastante, o Só te peço 5 minutos. Ainda por cima, cita a fonte, pelo que qualquer pessoa a poderá confirmar. E divulgo esta notícia na esperança de que se venha a descobrir que não é verdadeira. Porque me custa a acreditar que tal atitude, bárbara e insensível, seja mesmo verdadeira. Já não se admite vinda de uma pessoa comum, mas de uma instituição pertencente à Igreja Católica, ainda me parece mais inacreditável. Não era S. Francisco de Assis que tratava os animais como irmãos? Espero que se venha a descobrir que não é verdade! Ou então que a Igreja se encha de tamanha vergonha que ponha cobro a esta situação, o mais rapidamente possível! Porque o espírito cristão não é só para pregar do púlpito!

31 comentários:

  1. Criminoso! O seria em qualquer outro lugar do mundo, imagine num lugar respeitado e adorado como o Santuário de Fátimaem Portugal! Difícil até de acreditar em tamanha barbaridade!

    Um lugar tido como sagrado virou um mero "ponto turístico" e tudo que por ventura venha ameaçar a permanenca desses, deverá ser banido, mesmo que se trate de uma vida... Entendi direito?

    Que essa denúncia possa alertar as autoridades e trazer para o logal a paz e o respeito as coisas de Deus que ele necessita.
    Jr.

    ResponderEliminar
  2. Puxa, se for verdade, é abominável!Credo! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  3. Teresa,
    Estou chocada e ainda nem absorvi bem este post!
    Voltarei com mais calma por que de momento não posso.
    Só de ver a "gaiola" já estou revoltada.
    Volto já!
    xx

    ResponderEliminar
  4. Olá Teresa, acabei de ler a notícia e estou em estado de choque. Horrorizada!
    Espero que a notícia seja bem virtual, isto é, seja falsa.
    Ao confirmar-se tamanha barbárie, não dignifica em nada um local tão especial e muito menos a Instituição Igreja católica.
    Espero, que seja mentira, ou então que esta prática acabe o mais rapidamente possível e se arranje outras alternativas, de acordo, com os preceitos cristãos.
    Bj

    ResponderEliminar
  5. Teresa

    Indignação e ausência de palavras é tudo o que me resta depois de ler este post.
    Estou como tu, tenho esperança que alguém aqui venha dizer, com provas, que isto não é verdade!!
    Caso seja mesmo, é repugnante!

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  6. «Se recolheres um cão que ande meio morto, podes engordá-lo e não te morderá. Essa é a diferença mais notável que existe entre um cão e um homem.»

    Mark Twain

    ResponderEliminar
  7. Olá,
    Após a tripla leitura deste texto, apenas consigo tirar uma conclusão.
    Primeiro, uma esperança: " Quero acreditar que tal descrição não corresponde à verdade dos factos." Mas também não tenho nada que me leve a não acreditar.
    Agora a conclusão : " Quanto mais conheço os Homens, mais gosto dos animais ".
    Não é possível que este tipo de situações aconteça impunemente, em pleno Séc. XXI.
    Vá-se lá saber porquê . A estupidez e a cretinice não tem limites.
    Desculpa...
    Bjs.

    ResponderEliminar
  8. Teresa, eu não sabia desta situação. Que absurdo! Espero que seja logo revertida.

    Abraço

    ResponderEliminar
  9. Obrigada, em meu nome e em nome de todos aqueles pobres cães que não têm voz!
    Nunca somos demais a denunciar estas atrocidades.

    Um beijinho muito agradecido

    ResponderEliminar
  10. Teresa, estou arrepiada, com lágrimas nos olhos e não tenho nem como explicar que tipo de sentimento é esse que se apoderou de mim. amo os cães! Torço para que este seu protesto seja apenas um no meio de um milhão. Convoque toda a blogosfera para colocar a "boca no trombone" (como dizemos aqui no Brasil). Irmãos portugueses, lutem contra isso, a Internet é poderosa!!! Não deixem que esses que se dizem cristãos cometam tal barbárie! É por essas e outras que eu não tenho religião! Sei que seu país é católico, o meu também é, mas, infelizmente muitos representantes da igreja denigrem a função da religião que deveria ser semear amor. Jesus Cristo deve estar muito envergonhado daqueles que falam em seu nome. Nossa Senhora deve estar chorando... Parabéns pelo seu post, Teresa. O mundo precisa de pessoas assim como você!
    Ah! quem disse que não irei a Lisboa? Daqui do Brasil não tem vôo direto para o Porto. Sempre passo um dia ou dois na sua cidade que eu adoro!!! Quando chegar mais perto da viagem, entro em contato com você e, quem sabe, nos e encontramos para um cafézinho, ou me apresentas um lugar onde eu possa ouvir o fado, pois já fui quatro vezes a Lisboa e nunca realizei esse grande desejo. Um grande abraço!

    ResponderEliminar
  11. Que horror! Como é possível isto acontecer? Obrigada por ter passado a notícia, vou ver o que posso fazer e talvez possa sim, através de alguém que conheço.
    Abracinho

    ResponderEliminar
  12. Junior
    Sim, acho que entendeu muito direitinho. É preciso que o local esteja limpo e sem animais vadios, mas não precisam chegar a este ponto de selvajaria.
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Chica, Maré Alta, Maria João
    Fiquei também assim, arrepiada e com esperança que alguém venha desmentir e explicar.
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Qb
    Agora tu deixaste de ser papoila para seres qb? Nem estava a perceber que eras tu :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  15. Fernando
    Acho que tiraste a conclusão correcta: a cretinice não tem limites! Mas devemos evitar que atropele os direitos dos outros, sejam pessoas sejam animais.
    Bjs

    ResponderEliminar
  16. Vanessa
    Sim, é absurdo e desumano.
    Bjs

    ResponderEliminar

  17. Não me agradeças.
    É nossa obrigação divulgar e tentar alterar a situação, nem que seja através da denúncia pública.
    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Sueli
    Disse a frase certa: Jesus Cristo deve estar envergonhado!
    Olha, está combinado! Lá mais perto, avisa-me para acertarmos os pormenores, ok?

    ResponderEliminar
  19. Maria Teresa
    Se puder fazer alguma coisa, era óptimo. Todos temos uma obrigação moral.
    Bjs

    ResponderEliminar
  20. Duvido que algum país europeu nos ultrapasse em número de cães domésticos;
    número de cães abandonados;
    no maior equívoco sobre o cão adequado ao nosso meio familiar;
    número de cães abandonados;
    número de cães atropelados.

    A Igreja costuma pôr rm prática soluções discretas para o que lhe é inconveniente.
    Será que houve coordenação entre Fátima e a CMVNOurém?

    Estranho esse expediente das gaiolas...

    Bjs

    ResponderEliminar
  21. Pois, já tinha lido sobre esta barbaridade no Facebook, mas também fiquei na dúvida se seria verdade. Não me parece nada católico tratar os animais desta maneira! E sim, concordo absolutamente com a tua última frase...

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  22. Olá.

    Não consigo escrever nada.Foram-se as palavras.
    As instituições não são boas por criarem uma auréola ou vestirem hábito.
    As pessoas é que podem ser melhores ou piores.Tenham a educação que tiverem ou apregoem o que apregoarem.
    Vou enviar à ANIMAL.
    Logo que consiga um cibito de tempo e melhor disposição vou por o link no blogue indicando a origem.
    Felicito pela denuncia.
    Cordialmente,
    mário

    ResponderEliminar
  23. JPD
    O que eu acho menos estranho é o expediente das gaiolas: é uma forma de "limpar" o recinto de forma expedita. Nem sei que diga!
    Bjs

    ResponderEliminar
  24. Teté
    Eu continuo a desejar que se descubra que não é verdade! Bjs

    ResponderEliminar
  25. Mário
    Não me lembrei disso, mas é uma boa ideia denunciar para a Associação ANIMAL. Entre todos, pode ser que se consiga terminar esta situação.
    Bjs

    ResponderEliminar
  26. Porque estão tão admirados????
    Trata-se da Igreja Católica.... Se tratou humanos da forma que tratou na Idade Média, não me admira nada fazer isso a animais na actualidade... A Igreja Católica e as demais são puros centros de perfídia e desumanidade.

    ResponderEliminar
  27. Mais do que comovente que o é, é o lugar onde tal acontece. Um lugar que para milhões (não para mim) é terra santa e abençoada, e que pela sua fé, são dignos de respeito.
    Lamento muito, pelos animais que isto seja, pelo que parece uma realidade.
    um abraço.

    ResponderEliminar
  28. Anónimo
    Tem direito à sua opinião. Por favor, assine os seus comentários.

    ResponderEliminar
  29. Samnio
    A situação, a ser verdadeira, é triste em si mesma. O local aumenta a dimensão contraditória da tragédia.
    Bjs

    ResponderEliminar
  30. Isto é um horror. Em qualquer lado o seria, mas em Fátima, torna-se incompreensível...
    Fizeste muito bem em divulgar esta notícia.

    ResponderEliminar