quarta-feira, 2 de junho de 2010

Ainda o Dia Mundial da Criança

Celebrou-se ontem o Dia Mundial da Criança. Como sempre, lembramos as crianças que precisam de coisas básicas, enquanto enchemos as nossas crianças de coisas supérfluas. E porque a educação também é um bem essencial e começa em casa, eu aproveito para desejar a todas as crianças... uns pais responsáveis. Mais importante do que o dinheiro que se tem, é o amor que se dá. E a confiança. E a responsabilidade. E o tempo. E as brincadeiras. E as confidências. E os valores.
Encontrei no ProfBlog estas dez dicas, que são também dez desejos para o Dia Mundial da Criança:


#Pais que tenham tempo para os filhos
#Pais que coloquem o bem-estar dos filhos acima do bem-estar deles
#Pais que não abandonem os filhos
#Pais que não digam mal dos professores à frente dos filhos
#Pais que colaborem com os professores na educação dos filhos
#Pais que não abusem dos filhos
#Pais que sejam firmes, corajosos e responsáveis
#Pais que amem os filhos
#Pais que criem ambientes onde reina a firmeza, a disciplina, o respeito e a responsabilidade
#Pais que aceitem os filhos com os dons e as limitações que Deus lhes deu.
Todos os dias devem ser Dias das Crianças.


18 comentários:

  1. Desejos esses que fazem todo o sentido!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  2. Complementando: desejo que todos sejamos capazes de alimentar a criança que mora dentro em nós... afinal, ela também precisa de atenção, ainda mais num mundo capitalista e veloz como esse que vivemos!

    Um abraço de quarta!
    Jr.

    ResponderEliminar
  3. Chica
    Eu também acho que fazem sentido, mas há muitos pais que não pensam assim.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Junior
    Tem razão, também devemos dar atenção à criança que continua dentro de nós. Para que ela não desapareça na voragem.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Maria Teresa
    É mais fácil dizer Sim, para não ouvir mais os meninos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Pois é Teresa educar é complicado e tarefa cada vez mais difícil, como directora de turma sinto-me muitas vezes no papel de ensinar os pais a educar pois eles não sabem!
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Teresa

    Assino cada palavra tua, cada vírgula e cada ponto.
    Hoje, e cada vez mais, os pais precisam de saber como serem pais e tomar consciência de que o facto de não o saberem, é a razão primeira para que os filhos não saibam ser filhos.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  8. Lilá(s)
    Eu sei que é compplicado, também sou mãe, mas não podemos demitir-nos e deixar a tarefa para outros. Como pais, temos responsabilidades.
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Teresa, só mais uma prece.

    # Pais aprendam a ser Pais

    Bela oração que acabou de escrever.
    Concordo com tudo o que escreveu.
    Bj

    ResponderEliminar
  10. Maria João
    O mais fácil é gerar um filho. O que vem depois, o dia-a-dia, a educação, é que custa. Temos de perceber bem qual é o nosso papel na peça.
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Maré Alta
    Que bom seria se estas nossas preces fossem atendidas.
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Oi Teresa
    Aqui no Brasil cmemoramos em outubro . É uma data alegre, gosto de fazer festa pra elas.
    Os desejos são essenciais pra uma sociedade justa e feliz. Infelismente os tempos são outros ,ate´o amor maternal sofre revezes, as mães modernizaram seus afetos.
    abraços , boa quinta feira , aqui é feriado religioso, aí também?

    ResponderEliminar
  13. Li os dez desejos para o Dia Mundial da Criança e cheguei à conclusão que sou uma mãe excelente, apesar de nunca ter tido o desejo de fundar uma família. Os meus 4 rebentos são o mais importante de tudo na minha vida, e eles sabem isso.
    Só lamento, ou melhor, sinto uma grande dor, ao saber que há crianças pelo mundo fora, que sofrem tanto. O que o Carlos do CR escreveu sobre este assunto deixou-me de tal maneira triste, que nem consegui comentar lá ou noutro qualquer blogue sobre este assunto.
    Hoje faço-o aqui, para te mandar um abraço, e dizer que acho muitíssimo bem, que estes temas sejam tratados nos blogues, embora eu prefira, que o "ematejoca azul" continue superficial.

    ResponderEliminar
  14. Andei meio sem tempo de navegar...
    E quando decido fazê-lo, deparo-me com esta maravilhosa postagem.
    Este assunto muito me emociona, Teresa; primeiro, porque sou pai, e sei bem o amor que leva tudo isso; e segundo porque sou fascinado por esta fase da vida, em que tudo é fundamental.
    Aqui no Brasil a coisa é caótica. Tem melhorado, é verdade. Ainda assim, o desrespeito à criança, em todos os sentidos, chega a níveis assustadores.
    Levantemos pois essa bandeira!

    Admira-me tua sensibilidade,
    o olhar de quem realmente "vê" o mundo que lhe rodeia.

    Beijos.
    Ricardo

    ResponderEliminar
  15. Lis
    Olá! Aqui é feriado religioso, sim.
    Eu também gosto de festejar o dia das crianças, todos os dias. Já sabes que eu não sou muito adepta do festejo de dias especiais, fala-se muito e faz-se pouco; torna-se muito comercial. Mas é importante lembrar as crianças, sim.
    Olha, eu acho que os afectos não se modernizam: ou são ou não são :) Especialmente, afectos de mãe.
    Bom feriado para ti.
    Bjs

    ResponderEliminar
  16. Ematejoca
    Também já me tinha parecido que não eras uma má mãe :)
    Eu acho importante falar de tudo, nos blogues. São espaços privilegiados de partilha. No entanto, cada pessoa é diferente e isso reflecte-se no seu blogue. E ainda bem. Olha se todos falassemos do mesmo!
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Olá Ricardo
    Ainda bem que a minha postagem te sensibilizou. Tudo o que eu escrevo, escrevo com o coração. Preocupa-me o tratamento que damos aos mais vulneráveis, crianças, idosos, deficientes. Acho que, depois de tantas reivindicações, a nossa sociedade continua com os valores de pernas para o ar.
    Volta sempre que te apetecer. Este é um espaço livre de partilha.
    Abraço.

    ResponderEliminar