quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Uma cadeira mealheiro


Já aqui tenho escrito, muitas vezes, que os portugueses podem ter dificuldades ou falta de competências em muitos domínios, mas nenhum deles é, com certeza, a criatividade e o humor.
Prova disso é esta cadeira. Uma cadeira que é também um mealheiro. Uma cadeira que incorpora um serrote: "Serrar em caso de emergência." Uma cadeira anti-crise.
Foi concebida por um jovem designer português, Pedro Gomes, que defende que "a criatividade é uma das soluções para a crise." Ele próprio é um exemplo do que é caminhar contra a corrente: numa época em que tantos jovens se vêem obrigados a emigrar, Pedro Gomes voltou a Portugal, depois de trabalhar na Alemanha e nos Estados Unidos da América. Voltou para dinamizar o design nas indústrias portuguesas, para nos fazer repensar os conceitos de crise e de poupança e, acima de tudo, para nos fazer sorrir. O que já é valioso em tempos de crise.
Só tenho uma dúvida. Quem precisa de amealhar umas moeditas, terá dinheiro para comprar esta cadeira?

10 comentários:

  1. Eu não tenho dinheiro para a cadeira, mas tenho um "pilómetro" (um tubo com marcações de 10 em 10 euros e um cadeado) oferecido por uma 'amiga', onde eu vou juntando os euritos que me permitem dar umas escapadelazitas...
    Beijocas, amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem terá a ideia de oferecer uma coisa dessas?
      Bjs

      Eliminar

  2. Boa pergunta, cara Teresa. Há dias estive a comentar com a minha filha esta faceta dos portugueses de fazerem de tudo uma anedota, o que já implica muita imaginação também aliada à criatividade. Há muitas invenções que, muitas vezes, nem chegam ao nosso conhecimento talvez porque não há posses para as fazer valer. .

    Bj

    Olinda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que o humor e a criatividade dos portugueses são uma boa válvula de escape!
      Bjs

      Eliminar
  3. Lá original é, mas não passa disso...

    ResponderEliminar
  4. Há sempre quem compre umas cadeiras... agora não estava a pensar no Relvas.
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hum... Eu acho que estavas a pensar, sim... :):)

      Eliminar
  5. Se de um modo geral houvesse assim tanta falta de competência como a que querem mostrar que temos não haveria tantos países interessados na nossa mão de obra... O problema vem de quem dirige isto... Não só, mas muito daí :)

    Criativos? Acho que criatividade não é coisa que nos falte!

    Já conhece aquele designer que lançou uma marca de malas de senhora feitas com teclados de pc antigos? Girissimo!

    Têm mais ou menos este aspecto:
    http://www.codigodiamante.com/wp-content/uploads/2011/11/keys-bags.jpg

    São as key bags :)))

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Poppy, concordo totalmente, e tenho mostrado aqui alguns exemplos. Criatividade não nos falta, até para ir sobrevivendo o melhor possível nestes tempos em que vivemos.
    Essa malas é que ainda não conhecia!

    Bjs

    ResponderEliminar